FIES 2020: Datas, Inscrição, Novas Regras e Aditamento

Os brasileiros que não têm condições de arcar com o valor de um curso superior, podem contar com o FIES 2020. A ideia é que os contemplados com o FIES 2020 realize m o pagamento da sua formação após a formatura. Tendo tempo para começar a trabalhar e apenas depois quitar seu saldo.

Como funciona o FIES!

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa público, criado pelo Governo Federal. Tendo como proposta beneficiar jovens e adultos que desejam iniciar sua formação no ensino superior.

Funciona da seguinte forma: o Governo paga as mensalidade do curso desejado, como um empréstimo, e após a conclusão do curso o contemplado deve devolver o valor utilizado. Em parcelas pequenas e por alguns anos.

A dívida é paga em média durante quatorze anos, a quantia a ser quitada mensalmente vai depender da renda mensal do estudante no início do cadastro. Conforme sua renda aumenta, por conta de atuar na profissão, as parcelas também podem ter valor maior.

Os juros vão depender do perfil socioeconômico do estudante, e das propostas do banco. A margem é menor do que a concedida aos brasileiros que solicitam um empréstimo comum.

✓ Participe ainda dos programas:

Para seleção dos cadastrados, é utilizada a pontuação do ENEM a partir da edição do ano de 2010. Quem pontuou mais, tem maiores chances de classificação.


Novas regras FIES 2020

Nos últimos anos foram lançadas novas regras FIES 2020. A proposta foi dividir os candidatos em duas modalidades de disputa. Beneficiando aqueles que pertencem a famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Para isso, foram criadas as categorias:

  • Novo Fies: para pessoas com renda familiar mensal de até 3 salários mínimos por pessoa. Nesse caso, os juros do financiamento são zero;
  • P-Fies: para pessoas cuja renda familiar mensal é de até 5 salários mínimos por pessoa. Os juros vão depender da organização do banco.

A diferença entre o número de vagas é de 100 mil á mais para a modalidade P-Fies. Quem se encaixa na outra categoria, mas se interessar por maiores chances de classificação, podem se inscrever no P-Fies.

✓ Confira o que há de novo nas inscrições:

No entanto, quem possui renda familiar superior a 3 salários mínimos não pode tentar uma vaga de financiamento a juros zero.


Calendário FIES 2020

O programa é válido duas vezes ao ano, para o primeiro e segundo semestre letivo. Em fevereiro e depois em junho, conforme organiza o calendário FIES 2020.

Primeiro semestre:

  • Inscrições: 5 a 12 de fevereiro;
  • Divulgação dos resultados: 18 de fevereiro;
  • Completar a inscrição na modalidade Fies: de 19 a 25 de fevereiro; 
  • Matrícula na universidade: em até 5 dias úteis após a confirmação dos dados;
  • Inscrição lista de espera: 20 de fevereiro a 31 de março.

Segundo semestre:

  • Inscrições: 25 de junho a 1 de julho;
  • Divulgação dos resultados: 9 de julho;
  • Completar a inscrição na modalidade Fies: de 10 a 12 de julho;
  • Matrícula na universidade: em até 5 dias úteis após a confirmação dos dados;
  • Inscrição lista de espera: 15 de julho a 23 de agosto.

Inscrições FIES 2020

As inscrições FIES 2020 são online, feitas no portal de seleção do programa. Os candidatos podem escolher até 3 opções de curso, turno e universidade.

Conforme sua nota no ENEM, os inscritos passam a concorrer dentro da modalidade de disputa. Existe reserva de vagas para cotistas, negros, pardos, índios e oriundos da rede pública de ensino.

✓ Saiba quem precisa fazer o ENADE 2020

É necessário ter pontuado no mínimo 450 pontos na prova objetiva e mais do que zero na redação do exame. Aprenda como é feita a inscrição;

Inscrições FIES 2020

  • Caso esta seja a primeira vez que se inscreve, clique em “Primeiro Acesso”;

Inscrições FIES

  • Informe os dados solicitados e inicie a sua inscrição;

ADITAMENTO fies 2020


Aditamento Fundo de Financiamento – FIES

O aditamento do FIES é feito apenas por aqueles que foram contemplados com o programa. A cada novo semestre os estudantes devem acessar o portal e atualizar seus dados.

Uma forma de esclarecer que continua utilizando os serviços do Governo, e que não desistiu do curso. Esse processo também pode ser feito em um atendimento do programa dentro da universidade.

Para casos em que há mudança na renda do estudante ou do seu garantidor, é necessário comparecer até a agência bancária em que foi feita a contratação do financiamento.

Avalie este artigo

Avaliação média: 5
Total de Votos: 6

FIES 2020: Datas, Inscrição, Novas Regras e Aditamento